Preços do boi gordo sobem até R$ 5 por arroba em um dia

Não há sintomas de melhora do nível de oferta no curto prazo, com expectativa de animais de pasto aptos ao abate apenas no primeiro trimestre de 2020

frigorífico

Foto: Governo do Tocantins

O mercado físico do boi gordo segue com preços em disparada nas principais praças de produção e comercialização do país. “A oferta no geral permanece restrita, justamente em um ambiente de aquecimento da demanda. Nessas condições, é natural que os preços disparem”, comenta o analista de Safras & Mercado, Fernando Henrique Iglesias.

Segundo ele, não há sintomas de melhora do nível de oferta no curto prazo, com expectativa de animais de pasto aptos ao abate apenas no primeiro trimestre de 2020.

Em São Paulo, os preços passaram de R$ 182,00 a arroba para R$ 185,00 a arroba. Em Minas Gerais, preços de R$ 181,00 a arroba, contra R$ 180,00 a arroba na sexta-feira. Em Mato Grosso do Sul, preços em R$ 175,00 a arroba, contra R$ 173 a arroba. Em Goiás, o preço subiu de R$ 170,00 a arroba para R$ 175,00 a arroba, em Goiânia. Já no Mato Grosso o preço subiu de R$ 161,00 a arroba para R$ 164,00 a arroba.

Atacado

No atacado, os preços da carne bovina voltaram a subir. “O enxugamento dos estoques em um momento de aquecimento da demanda remete a intensificação do movimento de alta, situação que deve respingar nas demais proteínas de origem animal, avaliando a incapacidade do consumidor médio em absorver seguidos reajustes de um determinado produto, simplesmente buscando alternativas que mantenham seu padrão”, disse Iglesias.

O corte traseiro teve preço de R$ 15,25 por quilo, ante R$ 15,00 por quilo. A ponta de agulha passou de R$ 10,00 por quilo para R$ 10,10 por quilo, enquanto o corte dianteiro subiu de R$ 10,00 por quilo para R$ 10,10 por quilo.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão de hoje com alta de 0,62%, sendo negociado a R$ 4,168 para venda e a R$ 4,166 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 4,144 e a máxima de R$ 4,189.

Fonte: https://canalrural.uol.com.br/noticias/pecuaria/boi/precos-do-boi-seguem-subindo-com-oferta-restrita-e-grande-demanda/

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Open chat
    Powered by